quarta-feira, 31 de março de 2010

Comercial no capítulo final de Lost custará 900 mil dólares, nos Estados Unidos.

Mesmo tendo perdido milhões de fãs durante suas seis temporadas, conforme os acontecimentos iam ficando mais e mais complexos, Lost manteve uma base grande muito fiel de fãs. Para atingi-los, os anunciantes estão investindo algo em torno de US$ 900 mil por um espaço de 30 segundos no Episódio Final a série, de acordo com mídias do mercado. A ABC não comentou o assunto.


Durante o upfront, período em que boa parte do espaço em mídia é comercializado para o resto do ano, um comercial de 30 segundos em Lost custou US$ 213 mil em média. Ou seja, o período final representa uma inflação de 400% no preço para os anunciantes não reservaram seus espaços no programa no ano passado.

O Episódio Final vai ao ar nos Estados Unidos em 23 de maio, com um especial de três horas. Por uma hora, haverá uma recapitulação dos mistérios do programa, e nas duas horas seguintes entram no ar as últimas cenas do seriado.

O preço alto ilustra o interesse dos anunciantes nos chamados "programas que se tornam eventos". Eles pagam um valor extra por espaço em atrações que criam uma base de fãs apaixonada.

Lost é o tipo de atração que teve um sucesso não muito comum para um público acostumado com séries que podem ser assistidas em uma semana e perdidas na outra. Séries complexas como The Nine, Vanished e Kidnapped acabaram saindo da programação da TV americana recentemente.

Na semana passada, Lost atraiu audiência de 8,8 milhões de pessoas, de acordo com a Nielsen, ficando atrás apenas de American Idol, da Fox. Para a analista Ira Berger, Lost não se trata apenas de uma sitcom que chega ao fim. "É um grande evento".

Com o preço de US$ 900 mil, um comercial no último capítulo de Lost pode custar mais do que os 10 programas mais caros da publicidade na TV, de acordo com pesquisa do AdAge. O mais caro da temporada 2009-2010 foi o Sunday Night Football, onde um comercial chegou a US$ 339 mil. Já a série 24 Horas, que foi cancelada e que terminará na oitava temporada, custou até US$ 280 mil por spot.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO